quinta-feira

Notícias

- Ontem no hospital chegou às urgências um senhor que estava em casa e de repente sentiu um frio muito grande. Tinham entrado em casa e à queima-roupa deram-lhe um tiro na cabeça. Ele foi pelo próprio pé para o hospital...

- A dona Gina, que é uma amiga de família de uma grande amiga nossa, foi ontem para Portugal pois o marido foi assassinado em casa com 15 tiros de metralhadora. A casa ficou destruída e ela sem nada...

- Um rapaz que costuma frequentar a nossa casa foi preso pois a ir para casa, o candongueiro onde ele ia foi assaltado e a polícia que apanhou o acontecimento em flagrante decidiu prender toda gente: assaltados e assaltantes...

- A Anália andava com umas dores de cabeça que nunca passavam. E cada vez ficavam mais fortes. Como no hospital do estado não há TAC teve que esperar uns meses até a família conseguir 2500 dólares para fazer a TAC na clínica. Tinha uma bala alojada por cima do olho. Não se lembra de nenhuma situação que possa ter provocado isso, mas diz que no bairro onde vive é frequente haver tiroteios...

- No outro dia íamos a passar pela Samba, uma via rápida que passa mesmo no meio de um bairro complicado mas que dá acesso directo ao Mussulo, ou seja, temos mesmo de passar por lá. Percebemos uma grande confusão uns metros à frente, um aglomerado de gente, garrafas pelo ar, empurrões e na altura em que passámos mesmo no meio do aglomerado já havia armas em algumas mãos.

Por isso quando oiço a SIC Notícias, por mais que me custe saber que a ourivesaria do sr. Zé foi assaltada, e que os multibancos andam a ser arrancados das paredes e que a crise se mantém 24/24 é bom saber que as notícias não passam daí.

30 comentários:

  1. Bem essas notícias são terríveis.. Que horror...

    é uma realidade totalmente diferente da nossa..

    kisses***

    ResponderEliminar
  2. Eu se fosse a ti vinha-me embora o quanto antes... mesmo que nao viesses para Portugal podias vir para um país com menos violencia :|

    ResponderEliminar
  3. A violência começa a ser o prato de cada dia nos telejornais. mas as histórias que contas são surreais!! :o

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, antes de ler o final do teu post, pensei "Ainda bem que as coisas, cá, ainda não estão assim."
    Admiro a tua coragem.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. que horror :( arrepiei-me ao ler este post... tem cuidado ****

    ResponderEliminar
  6. Credo...isso é assustador!!

    ResponderEliminar
  7. Desta vez, sinto-me obrigada a concordar contigo... :|

    ResponderEliminar
  8. Ai... até me arrepiei. É preciso ter coragem de sair à rua. Cuida de ti.

    ResponderEliminar
  9. Querida Ana, fiquei tão incomodada com este teu post...

    ResponderEliminar
  10. impressionante, de facto. eu senti mais ou menos o mesmo quando passei uma temporada na guatemala, onde a violência nas ruas é impressionante.
    ajuda mesmo ver as coisas noutra perspectiva para valorizarmos a paz que ainda vamos tendo por aqui...

    bjnhs!

    ResponderEliminar
  11. Bolas!!!
    Uma pessoa por aqui nem faz ideia do que é viver assim...
    :S

    ResponderEliminar
  12. Sim, relativizando, pouco do que se passa por cá será tão importante assim... que realidade triste... :(

    ResponderEliminar
  13. E no fim de te ler, não sabia se devia ficar espantada ou partir-me a rir porque apesar dos factos graves e sérios que contas, "Não se lembra de nenhuma situação que possa ter provocado isso, mas diz que no bairro onde vive é frequente haver tiroteios" é no mínimo cómico. E a do candongueiro também... parece mentira.

    Tenho alguma família a viver em Luanda (metade da minha família é angolana) e passo almoços sem conseguir comer de tanto rir com as histórias mais absurdas.
    Não parece verdade.
    Ao contrário do miminho que deixei para ti no lamparina. Esse é a sério.

    :)*

    ResponderEliminar
  14. Eh pah a primeira e a segunda são mesmo chocantes. Acabei de partilhar com uma tia que tenho ao meu lado que só diz: "Por isso é que eu nunca mais lá volto"... :S

    Gabo-te a coragem, Ana FVP*

    ResponderEliminar
  15. Está assim por todo o Mundo, roubos e mais roubos...
    Bom final de semana.

    ResponderEliminar
  16. Que noticias terríveis...Ainda hoje estava a dizer à minha mãe que se ela visse o telejornal brasileiro uma vez que fosse (eu tenho a mania de ver à hora de almoço), ela ia perceber que o que se passa em Portugal não é nada :S

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  17. woow :/ existe tanta coisa má no mundo :x

    ResponderEliminar
  18. Realmente essas noticias comparadas com as que dão na SIC noticias e outros telejornais,aqui em portugal,são mesmo horríveis :/ não há comparação possível.......

    ResponderEliminar
  19. Porra, até fiquei arrepiada, mas essas noticias que nos dás, mantêm.nos os pés assentes na terra! Queixamos.nos mais há sitios piores! Tem cuidado :\

    ResponderEliminar
  20. concordo plenamente com a tua pequena cronica final!!! Embora realidades destas sejam frequentes :\

    ResponderEliminar
  21. Concordo contigo..os portugueses estão espalhados pelo mundo todo, acho que há notícias importantes que são ignoradas, quando não deviam!

    ResponderEliminar
  22. ANINHA FVP UM ABRAÇO DE CORAÇÃO.

    ResponderEliminar
  23. Mete medo, mas aqui e' igual eu ja desisti de ver noticias locais
    e' so drama
    bjinhos
    boa semana

    ResponderEliminar
  24. Que horror! Que horror, só me ocorre isto para dizer! Nós, realmente, queixamo-nos de muito, mas quando começamos a ver o que há por este mundo fora é que nos apercebemos que aqui nem se está assim tão mau quanto isso...

    ResponderEliminar
  25. Bolas. Que coisa estranha! Ainda fiquei a pensar em como é que a senhora tinha uma bala alojada na cabeça!

    ResponderEliminar
  26. Pessoinhas, não se preocupem. Mesmo! é tão natural aqui que já nem faz muita confusão.

    Isto tudo para dizer que apesar de acontecerem estas coisas, nenhum vem nos noticiários...

    ResponderEliminar